domingo, 9 de novembro de 2014

Misericórdia

Misericórdia.
Do desejo surge o medo.
Do passado as lembranças que me matam.
E do tempo á tortura.
Do teu toque a vida.
E de teus lábios o veneno.
Que me embriaga e alucina.
Da tua pele o veludo macio e lancinante.
Das tuas caricias o desespero.
e de teu beijo a misericórdia.


B.M.

Nenhum comentário:

Postar um comentário