sábado, 8 de novembro de 2014

Cansei.

Cansei.
Casei da hipocrisia que me enreda.Cansei das palavras fáceis que me enganam.De esperar por amores imaturos.De viver sob o julgo das palavras leais.Sobe as quais sou prisioneiro.
Mais o único.
Pois o resto já desistiu de lutar por palavras esquecidas, de tempos que remontam eras, de valores que hoje ninguém mais  espera de amores que nunca se revelam.
Sentimentos escondidos pelo orgulho e pela ganância, pela vergonha sob trato infantil de medo de sentir-se bem, de engolir o orgulho e esquecer quem es.
De dizer-te, a verdade e lutar por elas de sentir que mesmo longes estaremos perto e não se desesperar.
Mais agora cansei, cansei de te esperar, cansei de sussurrar com os olhos, te amo.
E agora saiba, que por hoje lhe digo não serei mais este mendigo que esmola tuas palavra, sonha com tuas caricias e ora para merecer-te.
Por hoje lhe digo, que minhas palavras ecoem.

Em teus ouvidos morem, meu coração partido desfalece, e morro mas não serei  mais teu mendigo.

B.M.

Nenhum comentário:

Postar um comentário