domingo, 9 de novembro de 2014

Guia-me

Guia-me
Pode existir tão belo rosto sem este sorriso tão doce?
Como pode seguir verso ao litoral? Assim como chegarei ao cais? Espero por conquistar seu olhar, deixa que conquiste teu desejo. Que em seu seio resida meu amor...
Para que possa trazer das profundezas de tua beleza o radiante brilho do sol, para que se prenda em seus olhos e ilumine a escuridão...

Deixe que teu riso me guie por sobre as ondas do mar, que teus olhos brilhem como noite estrelada sem luar, seja meu guia, seja minha esperança,  e que ao chegar... me embriague na tentação desejosa que escorre de teus lábios.

B.M.

Nenhum comentário:

Postar um comentário